Notícias

bebida alcoólica

CONSUMO DE BEBIDA ALCOÓLICA PARA QUEM TEM PSORÍASE

Embora se saiba que a psoríase é um distúrbio relacionado ao mau funcionamento do sistema imunológico, não se conhece com detalhes a sua causa – logo, também não se se sabe como é possível chegar à sua cura. É sabido, porém, que certos hábitos podem melhorar ou agravar o problema. No caso do álcool, o seu consumo é algo que pode piorar os sintomas da doença.

A psoríase se caracteriza principalmente pelo aparecimento de placas avermelhadas sobre a pele e a ocorrência de coceiras em várias partes do corpo. Assim como momentos de maior estresse podem desencadear uma série de reações no organismo, quem sofre com a doença pode perceber que o consumo de álcool pode agravar os sintomas.

Não se sabe exatamente a ligação entre o álcool e a psoríase. É possível que o consumo de bebidas alcoólicas afete o sistema imunológico do paciente, desencadeando o aparecimento dos sintomas. Também é possível que o problema esteja relacionado ao fato de o álcool, por seu efeito diurético, deixar a pessoa mais desidratada — e o grau de hidratação da pele é um importante fator para amenizar as coceiras características da doença.

Por último, é possível também que o álcool provoque alguma reação adversa caso o paciente esteja fazendo uso de algum medicamento para a psoríase. Para evitar problemas, consulte a bula da medicação e tente seguir suas recomendações. E procure seu médico sempre que surgirem dúvidas.

Mesmo considerando todas essas ressalvas, é claro que as pessoas que sofrem com a psoríase não precisam cortar as bebidas alcoólicas definitivamente de suas vidas. O importante, na verdade, é que o consumo seja feito com moderação. Esse conselho vale para todas as pessoas de modo geral, mas é especialmente importante para quem enfrenta essa doença.